A Arte do Mimimi

Você já passou, seu amigo também, aqueles caras da TV, seu coach, o que escreveu o livro que você leu, o que está escrevendo esse artigo agora… Enfim, o mimimi no poker é uma arte que todos nós já utilizamos e a cada dia temos que aprimorá-lo. Você deve estar se perguntando “APRIMORÁ-LO? COMO ASSIM?” Leia logo mais abaixo de que forma isso pode te ajudar a evoluir.

mimimi

Você de mimimi.

Ao contrário do que possa parecer, o mimimi é uma forma de desabafar uma frustração “- mas eu tinha KK e ele pagou com A2….”. Como seria possível “aprimorar” isso? Mudando os hábitos, mudando a forma de ver a sua própria frustração, entendendo qual é a dinâmica de um jogo de poker, entendendo um pouco mais sobre aquele sentimento que te deixa com vontade de jogar a mesa pra cima quando você está naquela retinha e seu KK encontra um A2 e GG.

Na verdade, aprimorar a sua habilidade de mimimi seria apenas fazer com que ele deixasse de existir, transformando-o em conhecimento e calejando o sentimento da dor da frustração. O famoso Mindset, estudar a sua parte psicológica, analisar se está sendo um jogador mais emocional do que racional, o qual é o maior vilão quando se trata de mimimi.

Dá próxima vez que sentir essa vontade de quebrar o mouse, jogar o monitor no chão, jogar a mesa pra cima, lembre o quanto você ralou pra chegar onde está, quantas horas passou estudando sobre o jogo, o quanto já xingou e comemorou, e se dedicar nessa batalha diária do poker.

Mimimi pode parecer uma historinha inofensiva, mas quando paramos pra pensar no quão negativo pode ser para nós e para os outros, talvez pensemos duas ou três vezes antes de contar aquela bad beat. No episódio 11, Vitão nos disse uma frase interessante: “Muitas vezes o tilt é mais devastador do que a própria bad beat”. E é a mais pura verdade.

Conclusão

Tenha consciência do jogo, estude, rale, se dedique, rale mais um pouco, apanhe, dê bad também que ninguém é de ferro, se levante e apanhe de novo. Isso vai te fazer ser um jogador que cada vez mais compreende a dor e a transforma em algo melhor. Lembre-se que as bads fazem parte da vida do jogador de poker, tanto quanto dar check ou raise.

Gostou deste artigo? Então se inscreva na nossa lista de emails. Temos mais conteúdos assim para você. Basta clicar na imagem abaixo.

lista RIT


Ainda não ouviu nosso 11º episódio do podcast Run It Twice? Entrevistamos o famoso Vitor “Vitão” Marques. Ouça agora.

Leia também nosso último artigo: Como identificar e explorar um fish numa mesa de poker

Adicione o Run It Twice em seus favoritos, RSS e agregadores de podcast.

Quem valoriza o autor e o bom conteúdo, compartilha!

Anúncios

4 pensamentos sobre “A Arte do Mimimi

  1. Pingback: A importância do review de torneios no poker | RIT Podcast - Run It Twice - Poker

  2. Pingback: Usando o All In Equity para acabar com o choro das bad beats de uma vez por todas | RIT Podcast - Run It Twice - Poker

  3. Pingback: Foco, força e flow. Como a obter alta performance no poker? | RIT Podcast - Run It Twice - Poker

  4. Pingback: RIT Analisa #1 – AA em board monotom | RIT Podcast - Run It Twice - Poker

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s