Você realmente sabe como jogar no river de maneira correta?

No poker (Texas Holdem), é possível fazer apostas em 4 momentos: pré-flop, flop, turn e river. Porém, é na última street que os maiores ganhos ou perdas acontecem, uma vez que é onde os potes estão maiores. Mas será que você sabe jogar o river com excelência? Você sabe o size correto para apostas de valor? Quantas vezes já deu um check/raise blefando no river? E quando dar uma overbet?

river2

Como todos sabem, a grande diferença do river para as outras streets é que nela não há mais expectativas de melhoria nas mãos dos jogadores. Quem formou sua mão de grande valor, formou. Quem não formou, vai ter que se virar pra levar o pote.

Contudo, o que é valor?

A percepção de valor das mãos muda de acordo com o virar das cartas na mesa. Você acertou uma trinca no flop com seu lindo par de 2. Ótimo! Tem um jogaço! Mas essa mesma trinca formada no flop diante de um bordo com 4 cartas do mesmo naipe tem o mesmo valor que antes? Suspeito que não. E essa mudança no valor dos jogos também altera a forma de jogar no river.

Jogando o river por valor

Aqui mostrarei três exemplos de jogadas por valor no river. Cada uma delas com um maneira de jogar diferente.

Exemplo 1

Clique na imagem abaixo e aperte o botão play.

Postagem - River - Mão 1

Neste cenário, estávamos jogando muitas mãos e incomodando os adversários. Tomamos uma 3bet e optamos em prosseguir, dando call. Após o check de ambos no flop, imaginamos que o vilão não tem uma mão pronta, como um par alto. O turn se apresenta e o vilão dá um call em nosso sólido bet. Caso ele tivesse um AK/ AQ/AJ/AT na mão, já imaginávamos que talvez fosse preciso mais um bet para tirá-lo do jogo. Contudo, acertamos o river. O que fazer? “Temos valor. Betar, é claro!”. Calma. Nem sempre se extrai valor betando.

Com quais mãos piores que a nossa o vilão nos pagaria?

Um par menor que o nosso? Talvez. Um eventual 8 ou 9 que ele tenha acertado. Ele pode também pensar em dar um call com Ace high, mas é uma situação difícil.

Mas… e se dermos check?

Caso ele não tenha acertado nada, pode considerar tentar blefar o river com seu Ace high, uma vez que nosso bet no turn pode indicar algum valor. De igual forma, um flush draw que não tenha sido completado também poderá tentar levar o pote no river. E se ele tiver acertado o K ou mesmo o 9, poderá também betar por valor.

Assim, a melhor jogada nesta situação seria o check para induzir o blefe do vilão. Liderar no river terá menos valor que o check/call.

Exemplo 2

Esta mão foi jogada por meu parceiro neste site, Murilo Barreto, num home game live. Foram feitas apenas algumas adaptações.

Clique na imagem abaixo e aperte o botão play.

Postagem - River - Mão 2

Restam duas mesas. O vilão é loose agressivo e estava abrindo com muita frequência. Em função disso, Murilo optou pelo 3bet no blind war, ação que recebeu um call. No flop perigoso, Murilo resolveu cbetar, afinal o board encaixou com seu range (leia também nosso post sobre cbet). O vilão mais uma vez dá call. O turn apresenta um T. Ambos pedem mesa e, para a alegria de Murilo, o river traz uma Q, completando sua sequência. Murilo está nuts e a questão agora é: como extrair? A resistência do vilão nas streets anteriores sugere que ele tem algum valor na mão. Mas que valor ?

Ax é possível. Brodways com J também (JK, JQ, JT). Trincas estão praticamente descartadas, pois jogariam de maneira mais agressiva, tanto nos casos das mais altas pré flop quanto de 3 em algumas das outras streets. Sabendo da possibilidade de top pair e de 2 pares, os problemas então são:

1 – Até que valor o vilão está disposto a pagar com esse range de mãos (veja nosso post sobre range de mão em jogos live turbo)?

A possibilidade de Murilo ter completado a sequência com a Q no river certamente assombra o vilão neste momento (caso ele mesmo também não tenha a sequência). Sendo assim, talvez ele não esteja disposto a pagar um valor  tão alto com top pair ou 2 pares. Desta forma, uma aposta em torno de 30% do pote pode receber um call do vilão.

2 – O que cada size bet representa nessa situação?

Se um vilão for um jogador razoável, compreenderá o raciocínio desenvolvido acima. Sendo assim, possivelmente poderá encarar um bet muito alto no river como blefe e cogitar a possibilidade de pagar com uma mão de valor mediano. Porém, nem todos os jogadores estarão dispostos a comprometer seu torneio num spot como esse, então, este bet alto com cara de blefe deve ser cirúrgico e executado contra adversários que possuam este perfil citado.

Sabemos que no poker os resultados das decisões não são importantes, mas para matar a curiosidade, neste caso, Murilo deu um bet de 35% do valor do pote e o vilão, após pensar muito, pagou com dois pares (AJo).

Exemplo 3

Clique no vídeo abaixo.

Neste terceiro exemplo, a disputa é entre dois grandes jogadores de poker do mundo. Tom Dwam abre com sua mão razoavelmente conectada e recebe call de Phil Laak do BB. O flop traz um flush draw. Seu cbet recebe um call de Laak. O turn completa o flush de Dwan. O 2o barril também recebe o call de Laak, indicando que uma um mão de valor deve estar na mão de Laak. Uma Q apenas provavelmente já teria largado no turn. Então restam trincas, dois pares e talvez top pair no range de Laak. O river é um blank. Sentindo que Laak não largaria a mão de valor, Dwan aplica uma overbet de 2x o tamanho do pote, ação que recebeu o call equivocado de Laak.

Como comentado pelo próprio vilão, este overbet polarizou o range de Dwan, porém, este previu que o vilão iria colocá-lo em air total.

Jogando o river por blefe

O blefe no river não é uma jogada que se vê muito por ai (pelo menos não muito em níveis mais baixos). Em geral, blefa-se no river em situações de flush draw ou straight draw que não completaram. Porém, esse também é o blefe mais fácil de identificar. Mas existem outras formas de blefe no river. Vejamos uma situação.

Clique na imagem abaixo e aperte o botão play.

Postagem - River - Blefe

O heroi resolveu defender seu big blind com 79s. O flop veio baixo, e, sendo o vilão um jogador tight e abrindo do inicio da mesa, o heroi imagina que o vilão provavelmente não acertou nada. Por isso, com quedas para straight e flush na última carta, resolveu dar call, planejando levar o pote nas próximas streets. O turn veio uma carta de meio, que mais acerta o seu range do que o do vilão. Supondo que o vilão tenha overcards, o heroi resolve liderar no turn, ação que recebe o call. Porém, o river dobra o 8 novamente, abrindo uma nova possibilidade de o heroi levar o pote.

Repetir a ação do turn pode fazer com que aconteça o mesmo no river. Desta forma, enxergando a possibilidade de o vilão apostar em draws que não completaram ou mesmo por valor (ainda que baixo) no river, o heroi resolve fazer um move diferente. Após o check, o vilão aposta meio pote, momento em que o heroi aplica um check/raise all in. Não tendo acertado nada, fica bastante complicado dar este call marginal. Além disso, o heroi joga como se tivesse o 8 ou mesmo um full house com 22-44-55 de mãos. Assim, o vilão folda uma mão provavelmente melhor.

Ainda sobre blefes, Ramon Sfalsin escreveu um post bastante interessante sobre o assunto, vale a pena conferir.

Como curiosidade sobre este item, deixo a frase:

“Se você nunca foi pego blefando, é porque não está blefando o suficiente.” Autor desconhecido.

Conclusão

O river é uma street que deve ser jogada com maestria. É provavelmente o momento em que mais se pode extrair valor, pois os potes são maiores. Saber determinar corretamente os sizes e ter com clareza o perfil dos adversários é crucial. A maioria dos jogadores de microlimits cometem muitos erros no river. Perceba que extrair valor nem sempre significa apostar. Dar a oportunidade para que os adversários blefem também é uma jogada que deve ser explorada.

Então, vamos continuar estudando para quem sabe um dia darmos calls históricos no river como o Angel Gillen no LAPT 2014.

GL a todos.

 

Gostou desse conteúdo? Então clique na imagem abaixo e cadastre-se em nossa lista e emails para receber muito mais.

lista RIT

Quem valoriza o autor, compartilha!


 

Ainda não ouviu nosso 2º episódio do podcast Run It Twice? Falamos sobre Posições na mesa de poker. Ouça através deste link.

Leia também nosso último artigo: O RIT adverte: use a C-bet com moderação

Adicione o Run It Twice em seus favoritos, RSS e agregadores de podcast.

Gostou? Compartilhe com seus amigos e nas redes sociais.

Anúncios

10 pensamentos sobre “Você realmente sabe como jogar no river de maneira correta?

  1. Pingback: Explicado: Como Blefar no Poker | RIT Podcast - Run It Twice - Poker

  2. Pingback: Usando o All In Equity para acabar com o choro das bad beats de uma vez por todas | RIT Podcast - Run It Twice - Poker

  3. Pingback: Como não ficar perdido diante de uma donk bet | RIT Podcast - Run It Twice - Poker

  4. Pingback: Usando o check/raise como uma máquina de ganhar fichas – Parte 2 | RIT Podcast - Run It Twice - Poker

  5. Passando mais uma vez entre os artigos e podcasts, agora me bati aqui com esse assunto bastante interessante. É uma maneira de observar as oportunidades de várias formas. Particularmente, não tenho esse “arsenal” de bluff no river e, claro, depois dessas dicas e observações irei tentar encaixá-lo em spots mais adequados onde, geralmente, é check fold e sigo para a próxima. Novamente, agradeço a Equipe do RIT, Rafa e Murilo de parabéns por disponibilizar esses materiais e levantar discussão sobre temas tão específicos. Valeu galera. Bom trabalho!

    Curtir

  6. Muito bom o site, estao de parabens.
    Sugestao de materia: Mutabilidade das jogadas: como jogadas que a 4 ou 5 anos atras eram bem lucrativas e hoje nao mais, ja estao ultrapassadas e não funcionam, e exemplos e tais jogadas em mtt.

    Abrass

    Curtir

    • Obrigado Igor. Esse retorno é muito importante para nós.

      Sua sugestão está anotada. Assim que der, encaixaremos esse tema para abordarmos ou no podcast ou nos artigos.

      Grande abraço.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s